Botucatu

Regional de Vigilância Sanitária de Botucatu destaca ações de 2017

15/12/2017


As ações de vigilância sanitária fazem parte do elenco de objetivos estabelecidos pelo Sistema Único de Saúde - SUS para melhoria da qualidade de vida da população.

As metas estabelecidas na Programação Anual de Vigilância Sanitária (Pavisa) para 2017 foram consoantes aos eixos norteadores da regionalização, em coerência com as Redes Regionais de Atenção à Saúde estabelecida e com o perfil epidemiológico da região.

Com o propósito de contribuir com o fortalecimento do sistema estadual de vigilância Sanitária – SEVISA o Grupo de Vigilância Sanitária de Botucatu (GVS XVI), cumprindo sua função de promover o aprimoramento institucional e o enriquecimento das ferramentas de gestão, realizou em 2017 vinte e dois eventos educativos (capacitações, reuniões e oficinas) com a participação de 957 técnicos. Estas ações funcionaram como ferramentas valiosas e oportunidade para o compartilhamento de ideias, troca de experiências e possibilidade de aprendizado e crescimento de todas as partes envolvidas no processo, respondendo ao intuito de se obter melhoria na qualidade do atendimento da população, na área da saúde.

Por princípio, o profissional de vigilância sanitária deve manter-se em constante atualização para o bom desenvolvimento de sua missão de promoção, prevenção e proteção à saúde da população. Coube ao Grupo de Vigilância Sanitária de Botucatu e ao Subgrupo de Avaré (GVS e SGVS - XVI) ofertar as capacitações e oportunidades para que estes profissionais se desenvolvessem e assim pudessem executar ações com maior qualidade técnica.

Além das capacitações e reuniões técnicas foram realizadas inspeções compartilhadas Estado-Município, assessorias técnicas para emissão de Laudo Técnico de Avaliação físico funcional das edificações (LTA) de serviços de saúde e de interesse da saúde, elaboração de pareceres e informes técnicos, visitas de monitoramento as vigilâncias municipais, atendimentos de denúncias e reclamações e demandas advindas do Ministério Público, Agricultura entre outros órgãos.

Os eventos educativos foram previstos na Pavisa - Programação Anual de Ações de Vigilância Sanitária de 2017 da região de Botucatu, que também contemplou a pactuação de quatro Programas Regionais de Controle do Risco Sanitário, realizados em conjunto com as equipes municipais em: Institutos de Beleza, Consultórios Odontológicos, Laboratórios Clínicos e Comércio de Carnes Clandestinas.

Considerando essas ações e outras de rotina, a Vigilância Sanitária Estadual da região de Botucatu, em parceria com o SGVS Avaré, buscou cumprir com seu papel, atendendo à missão de assessorar e apoiar as equipes municipais para o fortalecimento do Sistema Estadual de Vigilância Sanitária, com ênfase na descentralização.

 




Mais notícias sobre Botucatu