Agenda


8 Seminrio gua e Sade



Data/hora incio: 08/11/2018 08:00
Data/hora fim: 09/11/2018 17:00
Local: Sesc Santos - R. Conselheiro Ribas, 136 - Aparecida, Santos - SP, 11040-900 -
Promoo: Centro de Vigilncia Sanitria
Pblico Alvo: Profissionais das diferentes esferas do Sistema nico de Sade (SUS) e dos rgos de Meio Ambiente, de Saneamento e de Recursos Hdricos, estudantes e pesquisadores das universidades, representantes da sociedade civil, alm de especialistas e gestores de outras instituies pblicas e privadas que tenham interface com o tema.
Restrito ao SEVISA: No


Programao/Contedo:


8º SEMINÁRIO ÁGUA E SAÚDE (SAS 2018) – 08 e 09 de novembro/SESC Santos/SP – INSCRIÇÕES ABERTAS

Os SEMINÁRIOS ÁGUA E SAÚDE, iniciativa conjunta do CVS e da Faculdade de Saúde Pública da Universidade São Paulo (FSP/USP), firmam-se desde 2011 como fórum de excelência em São Paulo para divulgar e promover o debate relativo aos avanços e desafios que a sociedade obteve ou enfrenta no tocante à água que consome. O seminário é voltado para profissionais das diferentes esferas do Sistema Único de Saúde (SUS) e dos órgãos de Meio Ambiente, de Saneamento e de Recursos Hídricos, estudantes e pesquisadores das universidades, representantes da sociedade civil, além de especialistas de outras instituições públicas e privadas que tenham interface com o tema. Os seminários ocorrem tradicionalmente em novembro, na capital ou outros municípios do estado para um público de cerca de 300 pessoas, com transmissão ao vivo e gravação das apresentações.

Previsto para 08 e 09 de novembro, nas instalações do SESC, na cidade de Santos, o evento deste ano terá como tema a “Segurança e potabilidade da água em tempos de incertezas climáticas”, uma afirmação da potabilidade como conquista civilizatória e condição essencial para promover e proteger a saúde coletiva, que deve ser levada em conta quando se prenunciam fenômenos climáticos incertos. Tema caro aos que lidam com a gestão integrada dos recursos hídricos e com políticas de saúde pública, a potabilidade e a segurança da água se impõe no contexto do desenvolvimento sustentável e da saúde como direito de todos, influenciando diretamente o acesso universal a esse bem.

Fruto de ampla interlocução, o CVS e a FSP/USP partilham a organização do evento com diversas outras instâncias de notória interface com o tema água, como a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo, Escola Superior do Ministério Público do Estado de São Paulo, Comitê Permanente para Gestão Integrada da Qualidade da Água no Estado de São Paulo e o Serviço Social do Comércio (SESC).

A programação do seminário pode ser acessada clicando-se aqui e o seu cartaz pode ser baixado aqui.

 

Veja também:

17º SEMINÁRIO ÁREAS CONTAMINADAS E SAÚDE (SAC 2018) – 01 de novembro/Centro de Convenções Rebouças – São Paulo/SP. INSCRIÇÕES ABERTAS

Evento anual realizado desde 2002, o seminário é fruto da parceria do Centro de Vigilância Sanitária (CVS), órgão da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, com as faculdades de Saúde Pública e de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e outras instituições para tratar das relações entre as áreas cadastradas como contaminadas no território paulista e os riscos à saúde da população. Nas suas 16 versões, o evento já recebeu uma ampla gama de especialistas da universidade, dos órgãos públicos de regulação, da sociedade civil, de empresas e outras instituições vinculadas ao tema.

O evento deste ano ocorrerá em 01 de novembro, no Centro de Convenções Rebouças (CCR), na capital Paulista, para um público de 200 pessoas, e será realizado em parceria com o SUSTREM 2018 - XI Seminário EKOS BRASIL: International seminar for remediation and redevelopment of contaminated sites, previsto de 29 de outubro a 01 de novembro, também no CCR.  Na edição deste ano, o CVS e as faculdades de Saúde Pública da USP se juntam na organização ao Centro de Pesquisas em Águas Subterrâneas, ligada ao Instituto de Geociências da USP (CEPAS/IGcUSP), prevendo convidar instituições internacionais, como o Common Forum on Contaminated Land in Europe/European Union, para tratar da “Gestão de áreas contaminadas e proteção da saúde da população”. A intenção é debater, à luz das experiências internacionais, as estratégias e as políticas públicas para melhor proteger a população de riscos à saúde associados à exposição a substâncias tóxicas presentes nas áreas contaminadas. A programação do seminário será em breve divulgada, prevendo a participação de palestrantes nacionais e internacionais.

11º SEMINÁRIO HOSPITAIS SAUDÁVEIS (SHS 2018) – 5 e 6 de dezembro/Hospital Santa Catarina – São Paulo/SP

O SHS é uma iniciativa do CVS em parceria com a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), Pró-Saúde - Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, Hospital Sírio Libanês, Faculdade de Medicina da USP e as organizações dedicadas à saúde pública e ambiental, Healthcare Without Harm (HCWH) e Projeto Hospitais Saudáveis (PHS). O SHS tem o propósito de abordar questões de saúde, segurança e meio ambiente nos estabelecimentos de saúde e ocorre anualmente desde 2008, reunindo técnicos e gestores de serviços de assistência à saúde, públicos e privados, profissionais de vigilância sanitária, saúde e segurança do trabalho, controle de infecção hospitalar, gestão ambiental, arquitetura e engenharia hospitalar, fornecedores de serviços hospitalares, além de professores e pesquisadores de diversas áreas.

Durante o seminário, a Secretaria de Estado da Saúde promoverá a cerimônia de entrega do "Prêmio Amigo do Meio Ambiente”, em reconhecimento aos prestadores de serviços de saúde do SUS de todo o Brasil que desenvolvem iniciativas em sustentabilidade socioambiental. Haverá ainda a V edição do Fórum Nacional de Resíduos de Serviços de Saúde e a cerimônia de reconhecimento às iniciativas dos membros da Rede Global Hospitais Verdes e Saudáveis no Brasil.

O SHS 2018 ocorrerá dias 5 e 6 de dezembro no auditório do Hospital Santa Catarina, na capital paulista. O tema deste ano será “Compras Sustentáveis: consumo consciente e eficiente nas organizações de saúde”, propondo o aprofundamento do debate sobre o papel das cadeias produtivas na redução dos impactos socioambientais e na sustentabilidade dos sistemas de saúde. Outros temas que serão abordados são: redução de emissões de gases de efeito estufa na assistência à saúde, gerenciamento seguro de resíduos, uso racional de água e energia e gestão ambiental nas organizações de saúde.